Condições essenciais para aprovar o Crédito Habitação - Credilink

Condições essenciais para aprovar o Crédito Habitação

Quais as condições essenciais para aprovação do crédito habitação? Vamos abordar cinco pontos essenciais.

Quais as condições essenciais para aprovação do crédito habitação? Vamos abordar cinco pontos essenciais.

Quando pensa em recorrer a um Crédito Habitação para comprar casa é preciso ter em conta vários fatores. Estes fatores podem ser importantes no momento do Banco tomar uma decisão. As decisões podem ser várias:

Então veja as condições essenciais para os Bancos concederem crédito.

1. A idade

A idade é uma das condições importantes para aprovação do crédito habitação porque define o perfil de crédito. Isto é, o cliente jovem tem o perfil ideal para conseguir uma boa prestação, baixa, atendendo a que vai conseguir um prazo grande e por isso a prestação será também baixa. Claro que isto comparado com o cliente, já na faixa etária dos 40 ou 50 anos, o cenário será pior. O cliente vai ter pouco tempo para pagar o crédito e o prazo máximo que os Bancos concedem crédito é até aos 70 anos do cliente. Por conseguinte, o cliente irá ter uma prestação superior ao do cliente jovem. Claro que este factor não é impeditivo de conseguir o crédito. Desde que as outras condições sejam razoáveis para o Banco, o problema deixa de o ser.

2. Uma boa situação profissional

Esta condição é considerada para o Banco como a primeira garantia que pode dar em como tudo irá correr ao longo do período do crédito. Uma situação estável, com alguns anos de efetividade, numa empresa com prestígio, é importante para o Banco. Entenda-se que o Banco pretende correr o menor risco possível e por isso quer sempre as maiores garantias possíveis.

3. Uma taxa de esforço baixa

A taxa de esforço representa a capacidade que o cliente tem para cumprir os seus compromissos. O Banco avalia a capacidade de pagar as despesas fixas, mais os créditos que possa ter e o que fica para pagar o crédito à habitação.

Esta taxa deve situar-se entre os 40% a 50% dos rendimentos mensais. Muitas vezes acontece que o cliente até tem um bom rendimento mensal, mas está carregado de créditos que o impossibilita de ter uma taxa de esforço no intervalo definido pelo Banco. É aconselhável analisar esta situação e pensar em pagar alguns créditos ou consolidar os créditos.

4. O envolvimento na operação

O que quer dizer “envolvimento na operação”? Quer dizer até que ponto o cliente se responsabiliza nesta operação. Qual o grau de envolvimento na operação. Se o cliente dispuser de um bom capital próprio para dar de entrada, então o Banco verá com bons olhos o grau de responsabilidade do cliente. Este, certamente, não quererá comprometer o seu capital próprio numa situação de incumprimento. Então o Banco considera que o grau de envolvimento na operação é alto. Diminui o risco de incumprimento. É a situação ideal para o Banco, mas sabemos que nem sempre é assim. Tenha em atenção que o Banco só concede crédito até um máximo de 90% do valor da casa.

Veja também: Crédito 100% Financiamento: será possível?

5. Um histórico de respeito dos compromissos bancários

Tal como referimos no ponto 3, o seu perfil de cliente também é definido pela sua carteira de créditos ativos. Excesso de créditos ativos dificulta a sua situação de recorrer a um novo crédito e com a importância de crédito à habitação. A sua taxa de esforço não deverá ultrapassar os 50% e o excesso de créditos pode ser impeditivo de ter um crédito à habitação. Considere fazer uma operação de limpeza da sua carteira de créditos ou procurar a Credilink para pedir informação sobre a consolidação de créditos. Esta situação é tanto ou mais importante com o registo de incumprimento das obrigações. O Banco, para fazer uma pré-análise, irá pedir-lhe uma CRC (Certidão de Responsabilidade de crédito). Esta declaração é emitida diretamente do site do Banco de Portugal e irão aparecer todos os créditos ativos e os incidentes bancários. Por isso, não há como fugir desta situação. Pense muito bem na responsabilidade que vai assumir e que o Banco quer correr o menor risco possível.

Tem demasiados créditos ativos?
juntar todos os créditos num só

Pense bem nestas condições necessárias à obtenção de crédito à habitação. É muito importante conseguir reunir um parecer favorável a todas as condições. No entanto, se em alguma condição não tiver um parecer favorável, não se preocupe porque o Banco pode propor-lhe uma alternativa mais ajustada à sua situação financeira. 

Os Bancos não gostam de risco e por isso querem o máximo de garantias possível. Garantia de um bom salário, uma situação profissional estável, um bom histórico de créditos e uma taxa de esforço que não represente risco.